quinta-feira, 22 de junho de 2017

A fuga aos impostos do Pingo Doce

.





video






A família Soares dos Santos passou, no último dia de 2011, o controlo dos 56% que detém na Jerónimo Martins para uma sociedade com sede na Holanda. A operação é puramente cosmética, dado que a propriedade da sociedade holandesa também pertence à família Soares dos Santos, e pretende apenas fugir à tributação em Portugal.


Em comunicado, o detentor do capital maioritário da empresa que detém o Pingo Doce, garante que a operação para efeitos fiscais lhe garante o mesmo capital social e direitos de voto na Jerónimo Martins SGPS.





.

1 comentário:

  1. A cadeia de super/hipermecados Pingo Doce é talvez a mais nojenta que conheço.

    Produtos próprios de má qualidade (piores do que as marcas brancas da concorrência - mesmo numa lógica de "vamos lá dar este lixo à massa suja"), o patrocínio que faz dos péssimos debates televisivos da RTP na "Fundação Francisco Manuel dos Santos", a edição que faz esta última Fundação de livros imensamente estúpidos a dizer que "os alentejanos são todos isto ou aquilo" (aparentemente, a tentar criar divisões regionalistas entre os portugueses) e o episódio - de que nunca me irei esquecer - de sabotagem de uma greve num 1º de Maio (ao fazer descontos de 50% nesse dia, com a RTP depois a fazer piadas de que o 1º de Maio era o "Dia do Consumidor").

    Evito ao máximo esta nojenta cadeia de super/hipermercados.

    ResponderEliminar